Tamanho do texto

INCC-M registra variação de 0,15% em outubro; no mesmo mês do ano passado, taxa foi de 0,13%

A inflação do setor de construção teve desaceleração em outubro, segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) teve variação de 0,15% em outubro, ante 0,20% em setembro. Esse é o menor patamar desde outubro do ano passado, quando o índice registrou alta de 0,13%.

No acumulado do ano, o INCC-M registra alta de 6,56%. Em doze meses, a taxa registrada é de 6,97%.

O índice relativo a custos com Materiais, Equipamentos e Serviços desacelerou para 0,27%, ante variação de 0,35% em setembro.

Já o índice referente à Mão de Obra registrou variação de 0,03% em outubro, leve recuo em relação ao mês anterior (0,04%).

Por regiões, quatro capitais brasileiras registraram desaceleração nos custos da construção: Salvador, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Em sentido oposto, Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre tiveram aceleração no índice.

O INCC-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.