Tamanho do texto

Rio de Janeiro, 22 mar (EFE).- Os industriais brasileiros preveem aumentar neste ano sua capacidade instalada de produção em 14,6%, a maior variação para este indicador nos últimos oito anos, segundo uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

A previsão foi calculada a partir de uma consulta que a FGV fez com 723 grandes empresários industriais em janeiro e fevereiro deste ano.

Segundo a pesquisa, os industriais planejam aumentar a capacidade instalada de produção entre 2010 e 2012 em 23,8%, percentual superior ao previsto no ano passado para o triênio 2009-2011 (21,2%), mas inferior ao calculado em 2008 para o período entre 2008 e 2010 (25,1%).

O setor mais otimista é o de bens de consumo, que espera um aumento na capacidade de produção este ano em 16%, o maior nível nos últimos cinco anos.

Para 80% dos industriais consultados, o aumento dos investimentos em capacidade de produção se deve a expectativa de alta da demanda interna.

No entanto, só 40% disse que aumentará sua capacidade de produção para atender o possível crescimento da demanda externa. EFE cm/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.