Tamanho do texto

SÃO PAULO - O nível de emprego da indústria de transformação paulista caiu 0,13% em outubro ante o mês anterior, com ajuste sazonal. Na série sem ajuste, houve recuo de 0,41% no mês passado.

Tais variações representaram o corte de 10 mil vagas.

Segundo levantamento divulgado há pouco pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), de janeiro a outubro, a indústria de transformação elevou em 7,28% seu nível de emprego, com 159 mil postos de trabalho criados. Em 12 meses, o indicador acumula expansão de 3,60%, com 82 mil vagas abertas.

No mês passado, os setores industriais que registraram maior aumento em sua folha de pagamentos foram os de Máquinas de escritório e equipamentos de informática, com crescimento de 1%, e Equipamentos de instrumentação médico-hospitalares (0,39%).

Em sentido contrário, os maiores cortes de pessoal proporcionalmente à dimensão do setor foram encontrados em Couros e artigos de couro, artigos de viagem e calçados (-4,09%), seguido por Móveis e Indústrias Diversas (-3,10%).

Dos 21 setores pesquisados, dez deles demitiram pessoal, cinco abriram vagas e seis verificaram estabilidade.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.