Tamanho do texto

A Índia está em situação fiscal extremamente difícil, disse ontem o ministro das Finanças, Pranab Mukherjee. Diante disso, sugiro que, por três anos, utilizemos os rendimentos da venda de participações na estatais para enfrentar nossos compromissos com importantes segmentos, como saúde, educação e empregos, disse o ministro.

O comentário foi feito na Câmara Baixa do Parlamento, onde o governo busca aprovação para gastar 257,25 bilhões de rupias a mais durante o ano fiscal até março. A Índia retomará a prudência fiscal com corte de seu déficit fiscal o mais rápido possível, acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.