Tamanho do texto

Essa é a maior queda para meses de setembro dos últimos três anos; inadimplência das micro e pequenas empresas recua 5,5%

A inadimplência das empresas recuou 5,8% em setembro, em comparação com o mês anterior, de acordo com levantamento da Serasa Experian divulgado nesta sexta-feira. Essa é a maior queda para o mês dos últimos três anos.

Em comparação com setembro de 2009, a inadimplência das empresas caiu 0,4%. No acumulado do ano até setembro, o indicador recuou 6,5% em relação a igual período de 2009.

De acordo com a Serasa Experian, o reaquecimento da atividade econômica contribui para o recuo do índice de inadimplência empresarial. Além disso, o aumento da produção de bens de consumo para vendas do Dia das Crianças e do Natal e a manutenção da taxa básica de juros (Selic) também favorecem o recuo da inadimplência.

Valor das dívidas
No acumulado do ano, as dívidas com bancos cresceu 3,5% em relação a 2009, alcançando o valor médio de R$ 4.723. No período, o valor dos títulos protestados recuou 7,6%, para R$ 1.647. Os cheques sem fundo tiveram valor médio de R$ 2.039, aumento de 29,1% em relação ao período de janeiro a setembro de 2009.

Porte das empresas
Em setembro, a inadimplência das micro e pequenas empresas caiu 5,5% em comparação com agosto, mas cresceu 1,0% ante setembro de 2009. A inadimplência das médias empresas caiu 10,4% e 11,9%, na mesma base de comparação. Para as grandes empresas, a queda foi de 6,5% na comparação mensal e 6,0% na base anual.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.