Tamanho do texto

Santiago do Chile, 18 jul (EFE).- As importações chilenas de combustíveis somaram US$ 8,677 bilhões durante o primeiro semestre deste ano, que representam um aumento de 89% a respeito do mesmo período de 2007, segundo um relatório divulgado hoje pelo Serviço de Alfândega.

Um dos maiores aumentos foi registrado pelas importações de combustíveis para motores de aviação, que somaram durante o período US$ 208 milhões, uma alta de 219%.

Segundo os números, as importações de diesel alcançaram US$ 3,299 bilhões, com um aumento de 185%, enquanto as de petróleo totalizaram US$ 3,735 bilhões, uma alta de 58,9%.

As importações de combustível no Chile, que não produz petróleo, representam um terço do total das compras do país ao exterior.

ss/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.