Tamanho do texto

Índice usado para reajustar contratos de aluguel tem menor taxa para o mês em seis anos

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou deflação de 0,18% em junho, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Essa é a menor variação para o mês em seis anos. Em maio, o índice teve alta de 0,43%.

No semestre, o IGP-M acumula alta de 3,15%, enquanto em 12 meses encerrados em junho, a taxa é de 8,65%. O índice é muito utilizado para reajustar contratos de aluguel no Brasil.

Em junho, dois dos três grupos que compõem o IGP-M apresentaram variação negativa de preços.

No atacado, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve deflação de 0,45%, frente a alta de 0,03% em maio.

No varejo, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) declinou 0,12%, ante taxa de 0,9% um mês antes.

Em sentido contrário, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve expansão de 1,43% em junho, abaixo da taxa apurada em maio, de 2,03%.

O IPA tem peso de 60% no IGP-M; IPC contribui com 30% da taxa, enquanto o INCC representa 10% do IGP-M. O índice é calculado com base na variação de preços coletados entre o dia 21 do mês anterior e o dia 20 do mês de referência.

A inflação do aluguel

Confira a evolução do IGP-M nos meses de junho

Gerando gráfico...
Fonte: FGV


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.