Tamanho do texto

SÃO PAULO - O plano de ajuda financeira no valor de 750 bilhões de euros voltado para a proteção da moeda europeia e aos países da região com problemas de solvência animou os investidores num primeiro momento. Seguindo o forte desempenho do mercado acionário internacional, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou o dia com valorização de 4,11% - a maior alta diária desde 29 de outubro de 2010 (5,91%), aos 65.452 pontos.

SÃO PAULO - O plano de ajuda financeira no valor de 750 bilhões de euros voltado para a proteção da moeda europeia e aos países da região com problemas de solvência animou os investidores num primeiro momento. Seguindo o forte desempenho do mercado acionário internacional, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou o dia com valorização de 4,11% - a maior alta diária desde 29 de outubro de 2010 (5,91%), aos 65.452 pontos. O giro financeiro atingiu R$ 6,547 bilhões. Entre os ativos de maior peso no Ibovespa, Petrobras PN apresentou ganhos de 1,34%, a R$ 30,15; Vale PNA subiu 4,63%, a R$ 45,15; Itaú Unibanco PN avançou 4,28%, a R$ 37,69; BM & FBovespa ON teve alta de 9,87%, a R$ 11,35; e Gerdau PN se apreciou em 3,21%, a R$ 26,94. Em Wall Street, o índice Dow Jones fechou o dia com alta de 3,90%, aos 10.785 pontos, enquanto o Nasdaq teve valorização de 4,81%, para 2.375 pontos, e o S & P 500 subiu 4,40%, aos 1.160 pontos. (Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.