Tamanho do texto

São Paulo, 30 jul (EFE).- O desempenho altamente positivo das ações vinculadas às matérias-primas permitiu hoje que o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) disparasse 3,73%, para 59.

997 pontos.

A valorização dos papéis de petrolíferas, metalúrgicas e siderúrgicas amenizou a queda de quase 6% registrada pelo principal indicador do mercado paulista nos últimos dois pregões.

O Ibovespa também foi influenciado pelo fechamento positivo das bolsas de Nova York, onde o Dow Jones subiu 1,63%, puxado pela queda do desemprego no setor privado.

Por conta da alta do petróleo no mercado internacional, os títulos preferenciais da Petrobras avançaram 4,88%, mantendo o posto de mais negociados do Ibovespa.

Segundo números definitivos, as 255.135 operações efetuadas nesta quarta movimentaram 2,575 bilhões e R$ 6,457 bilhões.

Liderando as maiores altas, fecharam as ações preferenciais da Bradespar (8,86%), além das ordinárias (8,66%) e preferenciais (8,60%) da Usiminas.

Já entre as maiores baixas, fecharam os papéis preferenciais da Cemig (2,77%), da TAM (2,44%) e da Telemar Norte Leste (2,41%).

No mercado cambial, o dólar comercial caiu 0,50%, para R$ 1,562, sua menor cotação desde 19 de janeiro de 1999. EFE wgm/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.