Tamanho do texto

Se confirmada, a safra será 8,5% maior do que a obtida em 2009, quando o país produziu 133,8 milhões de toneladas

A estimativa para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) relativa a março aponta uma produção, em 2010, de 145,2 milhões de toneladas. Se confirmada, a safra será 8,5% maior do que a obtida em 2009 (133,8 milhões de toneladas). A projeção de março é apenas 0,02% superior a de fevereiro.

De acordo com o IBGE, a área plantada da safra 2010 deverá ter acréscimo de 1,5% em relação ao ano passado, chegando a 47,9 milhões de hectares. Haverá queda, ante o ano anterior, na área plantada do arroz (-4,9%) e do milho (-4,0%), enquanto a soja terá um acréscimo de 6,4%. Os três produtos respondem, juntos, por 81,6% da área plantada da safra do País. No que se refere à produção destes três produtos, o milho e a soja registram acréscimos de 3,0% e 18,1%, enquanto o arroz apresenta retração de 9,6% ante a safra anterior.

Segundo o IBGE, a safra esperada para 2010 tem a seguinte distribuição regional: região Sul, 61,1 milhões de toneladas (16,6%); Centro-Oeste, 50,4 milhões de toneladas (3,3%); Sudeste, 16,5 milhões de toneladas (-4,2%); Nordeste, 13,2 milhões de toneladas (13,8%) e Norte, 3,9 milhões de toneladas (3,9%). O instituto destaca, no documento de divulgação, que o Paraná voltou a deter a posição de maior produtor nacional de grãos, superando o Mato Grosso, que no ano passado ocupou essa posição.

Ainda segundo o instituto, entre os 25 produtos selecionados, 15 apresentam variação positiva na estimativa de produção em relação ao ano anterior: algodão herbáceo em caroço (6,2%), batata inglesa 1ª safra (1,3%), batata inglesa 2ª safra (9,2%), café em grão (9,1%), cana-de-açúcar (1,8%), cebola (5,7%), cevada em grão (11,8%), feijão em grão 1ª safra (14,0%), laranja (4,0%), mamona em baga (85,4%), mandioca (3,6%), milho em grão 2ª safra (11,2%), soja em grão (18,1%), trigo em grão (9,4%) e triticale em grão (9,9%).

Com variação negativa estão amendoim em casca 1ª safra (-9,0%), amendoim em casca 2ª safra (-24,3%), arroz em casca (-9,6%), aveia em grão (-10,0%), batata inglesa 3ª safra (-6,1%), cacau em amêndoa (-0,9%), feijão em grão 2ª safra (-7,0%), feijão em grão 3ª safra (-12,4%), milho em grão 1ª safra (-1,1%) e sorgo em grão (-0,1%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.