Tamanho do texto

O aumento de 6,3% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 12 meses, até setembro de 2008, foi a maior taxa acumulada para 12 meses desde o início da série, em 1996, segundo a gerente de contas trimestrais do IBGE, Rebeca Palis. Nunca havia sido registrada uma taxa tão alta para o indicador acumulado em 12 meses.

A taxa acumulada em nove meses, de janeiro a setembro (6,4%), também é a maior para o período da série.

Já o crescimento de 6,8% no PIB no terceiro trimestre de 2008, ante igual período do ano passado, foi o maior aumento trimestral desde o segundo trimestre de 2004. No que diz respeito à expansão de 1,8% apurada no terceiro trimestre ante o segundo trimestre de 2008, representou o maior aumento, ante trimestre imediatamente anterior, desde o segundo trimestre de 2005.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.