Tamanho do texto

Pequim, 24 mai (EFE).- O presidente da China, Hu Jintao, reiterou hoje que seu Governo vai continuar avançando na reforma do sistema cambial do iuane, a moeda chinesa, perante a insistência dos Estados Unidos nos últimos anos para que aplique uma valorização.

Pequim, 24 mai (EFE).- O presidente da China, Hu Jintao, reiterou hoje que seu Governo vai continuar avançando na reforma do sistema cambial do iuane, a moeda chinesa, perante a insistência dos Estados Unidos nos últimos anos para que aplique uma valorização. Hu assinalou em seu discurso inaugural, na abertura do segundo diálogo econômico e estratégico entre China e EUA, que essa reforma será realizada "sob o princípio de decisões independentes, capacidade de controle e progresso gradual". Cerca de 50 representantes de mais de 40 departamentos de ambos os países participam do diálogo de dois dias, liderado em matéria econômica pelo vice-primeiro-ministro chinês, Wang Qishan, e pelo secretário do Tesouro americano, Tim Geithner; e na estratégica pelo vice-ministro de Assuntos Exteriores chinês, Dai Bingguo, e pela secretária de Estado americano, Hillary Clinton. O presidente Hu assinalou que seu país manterá uma estratégia de abertura e ganho mútuo, ampliará o acesso a seus mercados e dará apoio à melhora do sistema financeiro internacional. Hu assegurou que seu Governo está acelerando a transformação de seu modelo de desenvolvimento econômico, até agora baseado nas exportações e no investimento, para um com aumento do consumo interno. EFE mz/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.