Tamanho do texto

BRASÍLIA - As horas trabalhadas na produção da indústria nacional aumentaram 1% em fevereiro, em relação a janeiro, pelo critério dessazonalizado. Tiveram elevação de 2,4%, sem ajuste sazonal, informou a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

BRASÍLIA - As horas trabalhadas na produção da indústria nacional aumentaram 1% em fevereiro, em relação a janeiro, pelo critério dessazonalizado. Tiveram elevação de 2,4%, sem ajuste sazonal, informou a Confederação Nacional da Indústria (CNI). No confronto com fevereiro de 2009, foi observada elevação de 5,3% nas horas trabalhadas, que são um indicativo da produção industrial. No primeiro bimestre deste calendário, houve ampliação de 4,4%. Segundo a CNI, o índice dessazonalizado cresce por seis meses consecutivos, acumulando expansão de 6,1% no período. Já a massa salarial real da indústria de transformação recuou 1,8% entre janeiro e fevereiro. Essa queda "tem características sazonais" e, desde 2006, fevereiro apresenta retração. Em fevereiro de 2009, alta de 2,9%. No bimestre, a alta foi de 2,4%. O nível de emprego industrial, por sua vez, subiu 0,9%, pelo critério com e sem ajuste. Ante o segundo mês de 2009, o incremento ficou em 2,8%. No bimestre, o acréscimo correspondeu a 1,8%. A CNI destaca que o emprego cresce pelo sétimo mês. consecutivo. (Azelma Rodrigues | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.