Tamanho do texto

Histórias contadas a partir de várias plataformas CINEMA GUERRA NAS ESTRELAS (www.starwars.

com) - Criação máxima do cineasta George Lucas, a saga apareceu no cinema em 1977 e gerou uma série de produtos. Além de uma infinidade de obras criadas por fãs, o universo de "Star Wars" ganhou até uma história anterior ao filme, sob a forma da RPGs para PC e Xbox: Knights of the Old Republic. Na TV, a Guerra dos Clones, que acontece entre os dois últimos filmes, faz enorme sucesso.

O primeiro salto trans de "Star Wars" foi sob a forma de livros, que descreviam as galáxias da mitologia. Os RPGs para PC e Xbox mostraram a velha república e o começo da ordem Jedi , que foi incorporada à mitologia oficial. No Cartoon Network, uma animação 3D amplifica a história.

GAME
POKÉMON (www.pokemon.com) - O RPG para o videogame portátil GameBoy sobre rinhas de animais fantásticos ganhou vulto e popularidade ao longo do tempo. Depois que a história foi levada à TV, sob a forma de um desenho animado produzido no Japão, uma verdadeira mania surgiu. Hoje, a mitologia Pokémon coexiste nos quadrinhos japoneses, cinema, televisão, consoles de videogame portáteis e videogames de última geração.

Além dos games, que iniciaram e dão a tônica da mitologia dos monstrinhos de bolso, um desenho animado de estrondoso sucesso foi feito para amplificar a experiência do jogo. A narrativa é entremeada também por uma série de filmes, que a cada fase da história ganha uma trilogia.

HISTÓRIA EM QUADRINHOS
OS SUPREMOS (www.marvel.com/universe/Ultimates) - Criada em 2002 como uma forma de atualizar as origens do grupo de heróis Vingadores para os tempos atuais, a série, escrita por Mark Millar, é composta por 3 volumes e desconstrói o ideal clássico dos heróis intocáveis e perfeitos. A série serviu de base para alguns livros e também para o filme do Homem de Ferro, além dos próximos filmes de heróis da Marvel Comics.

A visão contemporânea dos Supremos mexeu com as bases com que filmes de heróis são feitos. No quadrinho, Nick Fury fala que gostaria de ser interpretado por Samuel L. Jackson, o que acontece no filme do "Homem de Ferro". Jackson fechou um contrato com a Marvel para fazer 9 (!) filmes.

LIVROS
THE 39 CLUES (www.the39clues.com) - A iniciativa da editora Scholastic, a mesma de Harry Potter, foi apontada por muita gente como um reconhecimento da editora de que livros já não despertam o interesse das crianças que preferem a rede e games. Daí que a solução encontrada foi fazer uma imensa série de mistério em 10 livros, em que cada um traz pistas que levam para o mundo real, passam por um jogo online e cards colecionáveis.

No centro da trama, está a família Cahill, que vive em Nova York e cuja fonte de poder é um mistério passível de ser revelado apenas com a junção das 39 pistas escondidas na história. Uma adaptação para o cinema envolvendo ninguém menos que Steven Spielberg já está nos planos.

MÚSICA
NINE INCH NAILS - (www.nin.com) Ao perceber que a natureza do negócio musical estava mudando graças à web, o líder do grupo, Trent Reznor, se dispôs a reinventar o álbum conceitual, criando um jogo de realidade alternativa para contar uma história futurista e apocalíptica que acontece numa versão totalitário dos EUA. O disco "Year Zero", lançado em 2007 e vendido em diferentes formatos, era só uma das partes da saga.

A complexidade do jogo era extrema e envolvia pen drives abandonados em banheiros nos shows, clipes, sites fantasma, camisetas enigmáticas, músicas em código morse, mensagens via celular e encontros de fãs - e ainda pode dar origem a um filme e a um programa de TV.

TELEVISÃO
LOST (abc.go.com/primetime/lost) - A enigmática série de TV brinca o tempo todo com outras mídias, expandido a intrincada mitologia criada por J.J. Abrams, Carlton Cuse e Damon Lindelof. Como conta várias histórias paralelas simultâneas e desperta a curiosidade dos fãs com vários mistérios, a teia da história fica mais emaranhada graças a livros, games, ARGs, músicas e até uma Wikipedia dedicada ao tema, a Lostpedia.

Além de ARGs, como Lost Experience e Find: 815, a série conta com vários sites que interagem diretamente com a história principal, como um clube do livro que detalha os gostos literários dos personagens, podcast oficial e episódios na web. Fora a quantidade enorme de blogs de fãs.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.