Tamanho do texto

Pacote de austeridade foi fechado com União Europeia e FMI, segundo garantiu uma fonte à agência Dow Jones

selo

A Grécia fechou um acordo com a União Europeia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre um pacote de austeridade de cinco anos, que pode abrir caminho para um novo empréstimo para o país, se o parlamento grego aprovar as medidas, afirmou uma fonte oficial hoje.

"Nós temos um acordo depois que o governo grego concordou com mais cortes de gastos e aumento de impostos", disse a fonte com conhecimento direto das conversações.

Segundo a fonte, o acordo foi alcançado depois que o ministro das Finanças da Grécia, Evangelos Venizelos, concordou em reduzir o rendimento mínimo tributável dos contribuintes gregos para € 8 mil, de € 12 mil anteriormente.

O acordo também dependeu da aprovação grega sobre um imposto especial de crise sobre todos os contribuintes, que irá variar de 1% a 5%, dependendo da renda.

"Existem "alguns pequenos detalhes que precisam ser resolvidos, mas a estrutura básica foi acordada", disse a fonte.

No domingo passado, os ministros das Finanças da zona do euro, disseram que uma pequena missão técnica faria uma visita à Atenas esta semana para acertar os detalhes finais do plano de austeridade. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.