Tamanho do texto

Washington, 10 mai (EFE).- Representantes dos grandes mercados dos Estados Unidos acordaram hoje, em reunião convocada pela Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC, na sigla em inglês), adotar medidas para evitar quedas desproporcionais nas bolsas de valores, como a sofrida por Wall Street na quinta-feira.

Washington, 10 mai (EFE).- Representantes dos grandes mercados dos Estados Unidos acordaram hoje, em reunião convocada pela Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC, na sigla em inglês), adotar medidas para evitar quedas desproporcionais nas bolsas de valores, como a sofrida por Wall Street na quinta-feira. A reunião, convocada pela presidente da SEC, Mary Schapiro, contou com representantes da Bolsa de Nova York, da Nasdaq, do mercado eletrônico BATS (Better Alternative Trading System), do Direct Edge, do mercado de opções ISE (International Securities Exchage) e do mercado de futuros de Chicago CBOE. A reunião foi convocada depois do incidente de quinta-feira, quando, de maneira ainda não esclarecida, o índice Dow Jones Industrial sofreu uma queda durante alguns minutos de quase 1.000 pontos. As autoridades reguladoras abriram uma investigação para averiguar por que os mecanismos de controle acionados quando um mercado entra em queda livre não funcionaram. Na reunião de hoje, segundo um comunicado da SEC, os representantes dos mercados tiveram uma conversa "construtiva" sobre as possíveis causas do "ocorrido na quinta-feira, os possíveis fatores que contribuíram (com a queda) e as possíveis reformas dos mercados". "Como um primeiro passo, as partes acordaram avançar (...) no fortalecimento dos mecanismos e em enfrentar os erros na contratação", que levaram à grande queda de quinta-feira. EFE pgp/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.