Tamanho do texto

Peça da Red Bull é única finalista nacional na categoria Cyber; em Design, que também divulgou indicados, país busca nove prêmios

Enquanto o número de usuários da internet e o faturamento da área crescem no Brasil , outros números não são tão positivos: aqueles que mostram o desempenho das agências de publicidade brasileiras na criação online. A quantidade de campanhas inscritas pelo país no festival de Cannes, na categoria Cyber, vem caindo ano a ano desde 2008 – foram 396, 181, 177 até chegar a 172 na edição atual. Nesta terça-feira (21), a lista de indicados aos Leões de Ouro no segmento, que serão entregues amanhã, trouxe apenas uma peça nacional, entre cerca de 200 trabalhos finalistas.

Tela do site Street Art View: chance de ganhar dois Leões de Ouro
Reprodução
Tela do site Street Art View: chance de ganhar dois Leões de Ouro
Quem salva a pátria na criatividade digital é um trabalho feito para a Red Bull pela agência Loducca, chamado Street Art View. Ele concorre dois Leões de Ouro, nas subcategorias marketing viral e informação coorporativa. A ação criou um site colaborativo que junta grafites e arte de rua que aparecem no Google Street View ao redor mundo ( veja aqui ).

O Brasil tem forte presença na maioria das listas que circulam no festival e é o segundo país com maior quantidade de peças inscritas – são 2.647, número que vem crescendo e perde só para os EUA em 2011. Mas, na categoria digital, criada em 1998, a seleção deste ano é amplamente dominada por agências suecas, americanas e britânicas.

Junto com a queda na quantidade de indicações, o número de prêmios conquistados encolhe desde 2006: nove, outra vez nove, sete, dois e apenas um no ano passado – quando o país teve dez finalistas. Para o jurado brasileiro da categoria, Raphael Vasconcellos, da AgenciaClick Isobar, os publicitários do país precisam amadurecer a forma como exploram o meio. “Será necessário um grande exercício, para mudar a concepção de criatividade no marketing digital”, declarou, através de sua assessora no evento – hoje, ele passa o dia fechado na sala de julgamento.

Na outra categoria que teve indicados revelados nesta terça-feira, a de Desing, o Brasil vai concorrer com nove peças. No ano passado, o país levou três prêmios na área. Este ano, o júri de categoria será presidido pelo brasileiro Luciano Deos, da GAD’ Design. Os vencedores, assim como os de Cyber, serão revelados amanhã.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.