Tamanho do texto

SÃO PAULO - A economia brasileira deve seguir crescendo a um ritmo médio de 5,9% até 2014, segundo previsões do Ministério da Fazenda

. Para este ano, a expectativa é de que o Produto Interno Bruto (PIB) tenha expansão de 7,5%, refletindo o crescimento de 10,3% na demanda interna. O aumento da demanda, de acordo com o governo, não está pressionando os preços, "pois a parcela excedente da demanda é atendida pela demanda externa líquida (diferencial de exportações e importações)". A alta da inflação, na avaliação do Ministério da Fazenda, deve-se principalmente aos alimentos e às commodities. Para 2010, a expectativa é de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fique em 5,1%, acima do centro da meta - de 4,5% -, mas ainda dentro da margem de tolerância, que é de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Já os investimentos devem representar 19,1% do PIB ao final de 2010. Com a proximidade da Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, "o governo prepara uma série de medidas com o intuito de criar condições para a ampliação do financiamento a longo prazo pelo setor privado", informa o relatório publicado nesta quinta-feira. (Francine De Lorenzo | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.