Tamanho do texto

SÃO PAULO - A General Motors anunciou hoje a adoção de uma medida de segurança relacionada aos freios de seus carros, que pode inibir uma aceleração acidental. Em nota, a montadora informou que vai expandir globalmente, até 2012, o uso de uma tecnologia nos freios de carros com transmissões automáticas e controle eletrônico do acelerador, reduzindo, desta forma, a possibilidade de aceleração não intencional.

SÃO PAULO - A General Motors anunciou hoje a adoção de uma medida de segurança relacionada aos freios de seus carros, que pode inibir uma aceleração acidental. Em nota, a montadora informou que vai expandir globalmente, até 2012, o uso de uma tecnologia nos freios de carros com transmissões automáticas e controle eletrônico do acelerador, reduzindo, desta forma, a possibilidade de aceleração não intencional. A montadora explicou que se trata de uma medida de segurança adicional, uma vez que não enfrenta problemas relacionados à aceleração indesejada de seus veículos, a exemplo do que aconteceu com a Toyota. A companhia japonesa enfrenta uma crise gerada por recalls e investigações de acidentes nos Estados Unidos. "Estamos adotando uma tecnologia adicional para garantir que os consumidores possam contar com os freios de seus carros da GM", disse o vice-presidente de Operações Globais de Produto da GM, Tom Stephens. (Karin Sato | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.