Tamanho do texto

Secretário do Tesouro disse que deixaria o cargo após a elevação do teto da dívida; Casa Branca teria pedido que ele ficasse

selo

Timothy Geithner
AFP
Timothy Geithner
O secretário de imprensa da Casa Branca, Jay Carney, disse que o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, não tomou uma decisão sobre quando deixará o cargo, mas disse ao governo que permanecerá no posto ao menos pelo "futuro próximo". "Conforme o secretário Geithner disse, ele ainda não decidiu quando sairá e afirmou que permanecerá aqui pelo futuro próximo. Isso foi o que ele falou", disse Carney, acrescentando que Geithner "obviamente é um membro essencial da equipe econômica".

Geithner foi nomeado para o cargo de secretário do Tesouro dos EUA em 2009 e disse a membros do governo há algumas semanas que estava pensando em deixar o cargo depois que o teto da dívida do país fosse elevado para poder morar com sua família em Nova York. Segundo o Wall Street Journal, a Casa Branca pediu que ele reavaliasse essa intenção diante dos desafios econômicos que os EUA estão enfrentando. As informações são da Dow Jones.