Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Estácio Participações, que atua no segmento de ensino superior, acumulou lucro líquido de R$ 7,9 milhões entre abril e junho, mesmo valor observado no segundo trimestre do ano passado

SÃO PAULO - A Estácio Participações, que atua no segmento de ensino superior, acumulou lucro líquido de R$ 7,9 milhões entre abril e junho, mesmo valor observado no segundo trimestre do ano passado. A companhia também informou lucro líquido recorrente de R$ 11,4 milhões no período, com crescimento de 15,2% na mesma base de comparação. Segundo o comunicado, os itens não recorrentes somaram R$ 3,5 milhões no segundo trimestre. Eles se referem a despesas de rescisão de contratos de trabalho, aquisições e reestruturações. "Nos próximos ciclos as despesas não recorrentes deverão apresentar queda em relação ao histórico, exceto para as despesas ligadas às aquisições de novas unidades", informou. A receita líquida da companhia cresceu 12,3%, na mesma base de comparação, para R$ 289,9 milhões. O resultado operacional recorrente medido pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 41,7%, para R$ 26,5 milhões. Em um ano, a margem Ebtida recorrente passou de 7,2% para 9,1%. A companhia considerou que a "melhor gestão de custos e despesas com pessoal" compensou o "escalonamento do INSS, o aumento nos custos com material didático e despesas com marketing". A Estácio fechou o segundo trimestre com 238,7 mil alunos, 11,1% a mais do que no mesmo período de 2010, sendo 204,7 mil matriculados em cursos presenciais e 34 mil no ensino à distância. (Luciana Seabra | Valor)