Tamanho do texto

Grupo das 20 maiores economias do mundo estuda ação coordenada para minimizar impacto do rebaixamento dos EUA nos mercados

Representantes do G20, grupo das principais nações industrializadas e emergentes, realizaram teleconferência para discutir possível ação coordenada para minimizar a volatilidade nos mercados depois do rebaixamento da classificação soberana dos Estados Unidos, disse um oficial sul-coreano.

Os vice-ministros das Finanças do G20 conversaram, na manha de hoje, segundo o vice-ministro sul-coreano das Finanças, Choi Jong-Ku.

Não houve detalhes, mas o oficial disse que "sérias discussões" prosseguem, à medida que o G20 busca conter uma ruptura nos mercados, em face do rebaixamento do rating soberano dos EUA e da turbulência no endividamento europeu.

Jong-Ku afirmou que a confiança de seu país no Tesouro norte-americano não mudou com a decisão da Standard & Poor's."Não terá mudança com relação a política de reservas em divisas estrangeiras na Coreia do Sul", garantiu o vice-ministro.

O anúncio de Jong-Ku ocorreu antes de uma reunião das autoridades do Banco Central da Coreia do Sul com o Ministério de Estratégia e a Comissão de Serviços Financeiros do país

A teleconferência parece marcar o primeiro esforço para coordenação política entre as principais economias desde o rebaixamento dos EUA pela Standard & Poor's, na sexta-feira.

(Com Agência Estado e Reuters)