Tamanho do texto

Os países do G20 apoiam a política de austeridade da Grã-Bretanha, que envolve a supressão de cerca de 500 mil empregos públicos, declarou neste sábado o ministro britânico das Finanças, George Osborne.

Os países do G20 apoiam a política de austeridade da Grã-Bretanha, que envolve a supressão de cerca de 500 mil empregos públicos, declarou neste sábado o ministro britânico das Finanças, George Osborne.

"Ninguém demonstrou a menor inquietação", declarou Osborne após uma reunião de dois dias dos ministros das Finanças do G20 em Gyeongju, na Coreia do Sul.

"Quase todos com quem falei deram seu apoio ao que fiz", acrescentou.

Osborne apresentou na quarta-feira o plano de austeridade, que exige a supressão de quase 500 mil empregos públicos e cortes drásticos nos gastos sociais.

O plano, considerado o mais severo dos grandes países da União Europeia, tem por objetivo economizar 81 bilhões de libras (cerca de 92 bilhões de euros ou 128 bilhões de dólares) em menos de cinco anos. Neste período, o Tesouro também planeja arrecadar através de um aumento de impostos cerca de 30 bilhões de libras.

Segundo o plano do governo, estes ajustes permitirão uma redução do déficit público de 10,1% do PIB neste ano para 1,1% em 2015.

O Partido Trabalhista, relegado à oposição desde sua derrota nas eleições legislativas de junho, criticou com veemência este programa de auteridade.

njc-ebe/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.