Tamanho do texto

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou que levará aos trabalhadores da Petrobras indicativo de aceitação de uma nova proposta apresentada hoje pela estatal com a anistia de advertências e suspensões impostas a cerca de 90 funcionários que participaram da greve da categoria em março deste ano. A Petrobras concordou com a anistia na quarta rodada de negociação com representantes de 11 sindicatos, que decidiram aceitar a proposta da companhia e encaminhar o indicativo de acordo em assembleias que serão realizadas até o próximo dia 10.

"Nesta quarta contraproposta apresentada à categoria, a Petrobras cancela as punições arbitrariamente impostas aos petroleiros que fizeram a greve de março", comemora nota divulgada pela FUP. Segundo a entidade, mais de dois mil trabalhadores fizeram uma paralisação relâmpago hoje nas unidades da Petrobras em Linhares (ES) para pressionar a estatal pelo cancelamento das punições. Segundo o sindicato local, o movimento parou sete sondas terrestres (4 de produção e 3 de perfuração). Também houve operação padrão pela causa na Bahia e em Pernambuco por parte de petroleiros da Relam, Transpetro e Fafen.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas