Tamanho do texto

Washington, 29 jan (EFE).- A Ford Motor Credit, entidade financeira da montadora de automóveis Ford, informou hoje que perdeu US$ 1,536 bilhões de dólares em 2008 e que cortará 20% de seu elenco, cerca de 1.

200 postos, em 2009.

A empresa anunciou que reestruturará suas operações nos Estados Unidos "para responder às condições da empresa, incluindo as menores vendas de automóveis e a planejada redução de contas a cobrar de Jaguar, Land Rover e Mazda".

A eliminação dos 1.200 postos de trabalho será feita através de aposentadorias, antecipadas e demissões.

No último trimestre do ano, a Ford Motor Credit perdeu US$ 228 milhões, o que melhorou os resultados em relação ao mesmo período de 2007 quando as perdas chegaram a US$ 414 milhões.

O presidente da Ford Motor Credit, Mike Bannister, afirmou através de um comunicado que "o drástico e rápido piora da economia, os mercados de crédito e as vendas de autos em 2008 provocaram desafios sem precedentes" e antecipou "graves dificuldades externas" em 2009.

"No entanto, continuaremos administrando nossa empresa com ações e práticas de serviço e empréstimos consistentes e sólidas", acrescentou.

A Ford Motor Credit é uma das maiores empresas de financiamento na compra de veículos do mundo e fornece empréstimos para a aquisição de automóveis das marcas Ford, Lincoln, Mercury e Volvo.

EFE jcr/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.