Tamanho do texto

Segundo Samir Radwan, país pagará uma taxa de juro de 1,5% sobre o empréstimo

selo

O Fundo Monetário Internacional vai conceder um empréstimo de US$ 3 bilhões (equivalentes a R$ 4,73 bilhões) ao Egito ao longo de 12 meses para ajudar na recuperação da economia do país, anunciou neste domingo o ministro das Finanças egípcio, Samir Radwan.

"O Egito anuncia o fim das negociações com o FMI e um acordo com o fundo para reativar a economia egípcia", disse o ministro. O país pagará sobre o empréstimo uma taxa de juro de 1,5%, segundo Radwan. As informações são da Dow Jones.

Leia mais:

- Economia do Egito enfrenta caminho tortuoso
- Brasil amplia exportações para países em conflito político
- Missão da União Europeia na Grécia fecha acordo de ajuste fiscal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.