Tamanho do texto

O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, expressou hoje a necessidade de serem mantidas as reformas financeiras, alertando que já há riscos criados por divergências entre os países. Em discurso realizado em Cambridge, na Inglaterra, Strauss-Kahn disse que uma coordenação internacional de políticas poderia se sobrepor em importância no futuro, como garantia do crescimento econômico "estável, forte e equilibrado".

O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, expressou hoje a necessidade de serem mantidas as reformas financeiras, alertando que já há riscos criados por divergências entre os países. Em discurso realizado em Cambridge, na Inglaterra, Strauss-Kahn disse que uma coordenação internacional de políticas poderia se sobrepor em importância no futuro, como garantia do crescimento econômico "estável, forte e equilibrado". <p><p>Ele também advertiu que os desequilíbrios econômicos globais devem ampliar-se novamente, a menos que sejam implementadas políticas para encorajar o surgimento de novas fontes de crescimento. "Muitos países estão abordando grandes cenários de reformas a partir de diferentes direções e diferentes velocidades", afirmou. "Isso representa um grande risco, de ocorrência de políticas descoordenadas, fluxos distorcidos de capital e arbitragem regulatória". As informações são da Dow Jones.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.