Tamanho do texto

Saiba também como autônomos devem preencher o formulário do Imposto de Renda, e esclareça suas dúvidas sobre carnê leão

O contribuinte que administrar alguma empresa ou que tiver participação em alguma companhia precisa declarar essas informações no Imposto de Renda. Confira nessa matéria como os autônomos podem fazer sua declaração, e esclareça suas dúvidas sobre carnê leão. E não deixe de conferir a página especial do iG sobre Imposto de Renda.

Envie suas dúvidas sobre a declaração do IR para o e-mail impostoderenda@ig.com.br . Consultores da IOB Folhamatic responderão às principais perguntas dos internautas.

Confira também o passo a passo de como preencher o formulário do Imposto de Renda

Tenho uma empresa, inaugurada no ano passado. Onde devo declará-la e o que devo declarar? Valor dela? Valor dos lucros e quanto ela vale?

Resposta: Na ficha “Bens e Direitos” informe a sua participação no capital da empresa, indicando esse valor no campo “Situação em 31.12.2013”, conforme consta no contrato social. Na ficha “Rendimentos Recebidos de Pessoas Jurídicas”, informe o valor do pro labore recebido em 2012. Na linha 05 da ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, informe os lucros recebidos, se for o caso. 

Gostaria de saber como declarar o encerramento de uma empresa da qual eu era sócia. Faço a declaração simplificada.

Resposta: Na ficha “Bens e Direitos” baixe a sua participação no capital, no código 39, informando o encerramento da empresa. O campo “Situação em 31.12.2013” não deve ser preenchido.

No ano passado, abri uma EPP com lucro presumido, minha participação é de 50%. Os outros 50% coloquei em nome da minha esposa. O capital total foi investido por mim. Minha esposa não tem renda própria e não declara. Como lanço estes valores?

Resposta: Se a declaração for feita em conjunto, informe, separadamente, na ficha “Bens e Direitos” a participação de cada um no capital da empresa.

- Abri uma empresa e ela não deu certo. Gastei cerca de R$ 40 mil, valor que foi todo perdido, mas empresa ainda esta aberta, embora sem atividade desde novembro de 2012. É preciso declará-la? No ano passado não trabalhei registrado, mas entraram alguns valores na minha conta, que passam os R$ 25.661,70. Minha conta encerrou-se no ano passado, com saldo de R$ 13.300,00.

Resposta: Se os seus rendimentos tributáveis foram em valor superior a R$ 25.661,70 você está obrigado à apresentação da declaração. Se a empresa não foi encerrada, a sua participação no capital deve ser informada na ficha Bens e Direitos, código 32.

Tenho uma firma, agência de turismo, só no papel. Ela está inativa há 7 anos. Não tirei a inscrição estadual, não solicitei nota fiscal, ou seja, não funcionou em nenhum período desde a sua existência. O CPF na receita é o meu. Tenho que fazer declaração da firma? Eu sou aposentado e isento.

R : As empresas inativas estão sujeitas à apresentação da Declaração de Pessoa Jurídica Inativa. O sócio não fica obrigado a declarar somente pelo fato de ter participação na empresa.

Eu sou empreendedor individual ou microempreendedor. Tenho uma loja regularizada com CNPJ e tudo. Como colocar isso no IR?

R : A sua participação no capital da pessoa jurídica deve ser informada na ficha “Bens e Direitos”. No campo “Situação em 31.12.2013”, informe o valor do capital. 

Onde e como lanço valores auferidos como autônomo (sem vínculo empregatício e sem registro da empresa), rendimentos líquidos depositados em conta corrente bancária?

R : Informe o rendimento bruto na ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica”, caso receba de empresas e/ou na ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PF/Exterior” se recebido de pessoas físicas. O profissional autônomo pode escriturar o livro caixa para deduzir as despesas de custeio necessárias à percepção da receita, mantida a correlação com a atividade exercida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.