Tamanho do texto

Conheça histórias de 10 empresários e artistas bem sucedidos que podem inspirar você a ter o seu próprio negócio

Segundo uma pesquisa realizada recentemente pelo grupo britânico Approved Index, o Brasil é o terceiro país com o maior número de empreendedores – ficando atrás apenas da Tailândia e de Uganda, nações de economia emergente, cujas taxas de desemprego estimulam a população a alçar voo solos.

Se você é um desses empreendedores e quer espantar a crise para ingressar no mundo dos negócios, esta é a hora. O iG reuniu 10 personalidades empresariais de sucesso que apostaram em suas ideias e encontraram oportunidades de abrir empresas promissoras. Inspire-se com estes exemplos e dê o primeiro passo para se tornar um grande empreendedor. 


Rowland Hussey Macy
O criador da primeira loja de departamento dos Estados Unidos é um grande exemplo de persistência. O ex-comerciante de balas fracassou sete vezes antes de se transformar no dono de um verdadeiro império – a Macy’s. Criada em Nova York, no dia  28 de outubro de 1858, foi responsável por diversas inovações do mercado de varejo, como a venda de toalhas de banho coloridas, venda de itens sob o mesmo preço para todos os consumidores, apresentações de Papai Noel, decoração de vitrines, dentre outras inovações comerciais.

Alexandre Costa
O fundador da Cacau Show começou cedo a trabalhar. Aos 14 anos, Costa já vendia chocolates de porta em porta para ajudar a família, mas em um feriado de Páscoa seu fornecedor não entregou os produtos a tempo – fazendo com que a família tirasse o chocolate do seu portfólio de produtos. Foi então que, aos 17 anos, Alexandre voltou a ajudar sua mãe, conseguindo vender dois mil ovos de Páscoa. Como não encontrou fornecedores para entregar seus pedidos a tempo, resolveu botar a mão na massa e fazê-los de forma artesanal. Foi aí que surgiu a Cacau Show, maior rede de franquias de chocolate do Brasil.

Leia também:
Bilionários antes dos 40: conheça a história de cinco empreendedores brasileiros
10 empreendedores de sucesso com menos de 30 anos

Steve Wozniak
Steve Wozniak foi pioneiro na criação de computadores pessoais, programando sozinho o Apple I e II, computadores responsáveis por uma revolução digital. Depois de seu projeto ser rejeitado pela Atari, ele fundou, ao lado de Seteve Jobs, o que viria a ser uma das maiores empresas mundiais: a Apple.

Em sua história contada no livro “iWoz”, da Editora Évora, é possível ver que além de grandes projetos, o empreendedor sempre pensa nas necessidades das pessoas ao projetar suas criações.

Abílio Diniz
Um dos empreendedores mais admirados no Brasil, Abílio Diniz teve sua carreira marcada pelo Grupo Pão de Açúcar – rede de supermercados fundada por seu pai, onde foi presidente do conselho administrativo. Um dos maiores desafios de Diniz como empreendedor foi no final dos anos 1980, quando a crise nacional do Plano Collor se instaurou, o que resultou na demissão de mais de 20 mil funcionários.

Anos mais tarde, ainda com problemas financeiros, perdeu o controle da varejista para seu sócio, o grupo Casino. Mas Abílio não se deu por vencido. Atualmente, é um dos maiores acionistas do Carrefour, empresa com a qual concorreu durante muitos anos.

Oprah Winfrey
Ela é considerada a maior apresentadora da televisão americana e teve seu talk show renovado até a 25ª temporada. No entanto, no início da carreira, Oprah foi demitida justamente por se envolver demais com as histórias narradas em seu telejornal. Anos depois, surgia o Oprah Winfrey Show, programa que rendeu a ela uma série de prêmios, além de ser eleita pela revista Forbes uma das pessoas mais influentes do mundo. É atualmente dona da empresa de comunicação Own.

Nizan Guanaes
O publicitário é um dos maiores empresários de comunicação do país. Sua trajetória teve início na Bahia, nos anos 1970, passando pela compra da DM9 e sociedade com o grupo Itaú. Um de seus grandes feitos como empreendedor foi a conquista de investimentos para erguer o grupo ABC, maior grupo publicitário do Brasil. Além de colecionar campanhas de sucesso, Nizan foi considerado um dos 100 empreendedores mais criativos do mundo pela revista Fast Company.

Irmãs Olsen
As gêmeas Mary-Kate e Ashley começaram como atrizes desde bebês. No entanto, ao crescerem se encontraram como profissionais da moda, com coleções de roupas de luxo da grife própria The Row. Além de estilistas, as irmãs também criaram a Dualstart Entertainment, que trabalha com diversos produtos – de filmes a brinquedos.

Camila Coelho
O que era um simples hobby acabou se transformando num grande negócio. Em 2010, a mineira Camila Coelho começou a gravar vídeos de tutoriais de maquiagem para seu blog, “Super Vaidosa”. A brincadeira deu certo e alavancou mais de 900 mil visitantes e mais de 1,5 milhão de seguidores no canal. Hoje, Coelho assina coleções de moda, é garota propaganda de diversas campanhas e possui o licenciamento de podutos de beleza.

Romero Rodrigues
O fundador do site de comparação de preços Buscapé criou sua empresa ainda jovem, ao lado dos amigos da faculdade, Ronaldo Takahashi e Rodrigo Borges. Dentre os desafios enfrentados ao longo de sua trajetória estão a Bolha da Internet e a crise econômica mundial – conseguindo driblar todos os obstáculos. Em 2009, a empresa foi vendida para a Naspers, o terceiro maior negócio da história da web no Brasil.

Irmãos Nogueira
Os irmãos que começaram sua carreira defendendo o Brasil no universo do MMA agora se descobriram verdadeiros empreendedores. O lançamento da franquia de academias Team Nogueira, em 2012, trouxe sucesso e lucros a Minotauro e Minotouro. Com aulas de artes marciais, a empresa já é a maior rede de academias do mundo, com 33 unidades espalhadas no mundo todo. Além do Brasil, a Team Nogueira está presente nos Emirados Árabes e EUA, com mais de 10 mil alunos matriculados.

Veja ainda:
Empreendedores faturam R$ 16 milhões com instituição de ensino para executivos
Indiano de 21 anos cria império de hotéis depois de ficar sem teto por uma noite

    Leia tudo sobre: empreendedorismo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.