Tamanho do texto

Arrojados, eles transformaram boas ideias em oportunidades inovadoras de negócios e passaram a figurar no seleto grupo de empresários bem-sucedidos ainda na faixa dos 20 anos

Iniciar um negócio próprio requer talento, faro para boas oportunidades e uma pitada de ousadia. Não à toa o perfil dos novos empreendedores é cada vez mais composto por jovens inquietos, com muitos sonhos e pouco dinheiro para investir em suas iniciativas. Como característica, eles têm em comum a criatividade, objetivos pouco convencionais e foram capazes de levar ao surgimento de startups rentáveis antes mesmo de chegarem à casa dos 30 anos.

Listamos nomes dessa nova geração empreendedora que servem como exemplo para quem, idependentemente da idade,  planeja abrir um negócio próprio:


1 - Pete Cashmore, 29 anos – fundador  e CEO do Mashable 
Há quase 10 anos, o jovem blogueiro escocês sequer poderia imaginar que se tornaria milionário graças aos seus comentários sobre tecnologia e nem tampouco que se tornaria uma celebridade da web, sendo chamado de “galã da blogosfera”. Ainda assim, ele sabia que havia espaço para que seu site crescer e decidiu investir seu tempo no Mashable. Não demorou para os leitores perceberem o potencial da página, fazendo com que ela superasse outros canais de peso, como o Techcrunch. Hoje o site conta com dois escritórios, nos Estados Unidos e na Europa, possuí 40 funcionários e contabiliza 42 milhões de visitantes únicos e mais de 21 milhões de seguidores nas redes sociais.

2 - Felipe Dib, 26 anos – fundador e diretor da Você Aprende Agora 
Em 2011, o jovem empreendedor lançou o  Você Aprende Agora, plataforma de ensino online de línguas que oferece aulas gratuitas de inglês em vídeos grátis de apenas três minutos.

A ideia de democratizar o acesso ao ensino de idiomas no Brasil rapidamente conquistou usuários na faixa dos 30 a 50 anos. No ano passado, a startup foi convidada pelo Fórum Econômico Mundial para colaborar com os Objetivos do Milênio da ONU e selecionada para ir à China para o Encontro Anual dos Novos Campeões.

A plataforma conta atualmente com uma versão em espanhol – Tú Aprendes Ahora -, desenvolvida para atender a demandas de países como Uruguai, Venezuela, Paraguai e República Dominicana. Além disso, Felipe Dib trabalha no projeto de expansão do Você Aprende Agora para toda a rede pública de ensino do Brasil, visando atingir jovens estudantes, e planeja implementar a ideia na Rússia, Índia e China ainda em 2015.

3 - Alan Schaaf, 27 anos – Fundador da Imgur
O descontentamento com o processo de compartilhamento de imagens na internet fez com que, em 2009, o então estudante da Universidade de Ohio desenvolvesse uma plataforma simples para uploads. Após duas semanas trabalhando na criação do Imgur, ele decidiu compartilhar a solução no Reddit, uma popular comunidade online dos Estados Unidos, e transformou sua ideia em um verdadeiro sucesso. A Imgur atualmente atrai 150 milhões de usuários únicos e 5,5 bilhões de page views por mês. Em 2014, depois de cinco anos mantendo seu negócio com a renda derivada da venda de anúncios, Schaaf arrecadou 40 milhões em investimento da venture capital Andreessen Horowitz.

4 - Danielle Weisberg e Carly Zakin, 28 anos – fundadoras da theSkimm 
Insatisfeitas com seus empregos como  produtoras de notícias e documentários na NBC News, as duas amigas decidiram colocar em prática a ideia de criar uma empresa que fornecesse por e-mail um boletim diário - e gratuito - com as principais notícias do dia de forma direta e resumida.  Ao oferecer conteúdos com 150 palavras ou menos, sempre com chamadas dinâmicas, a ideia conquistou  investidores e, em menos de três anos, somou mais de um milhão de assinantes. Entre os leitores da theSkimm estão estudantes, executivos de grandes empresas e personalidades como Reese Witherspoon, Sarah Jessica Parker e Oprah Winfrey – fã declarada da newsletter. No último ano, Danielle e Carly arrecadaram 6,25 milhões de dólares e contam atualmente com oito funcionários.

5 - Adaylon Borges, 29 anos – CEO da Go Talent
A alta demanda por mão de obra qualificada no segmento de tecnologia da informação fez com um grupo de profissionais da área - liderados pelo especialista em sistemas da informação e gerência de projetos Adaylon Borges - criasse a Go Talent. Voltada a encontrar o perfil adequado de funcionários de TI para uma empresa contratar, em menos de seis meses de atuação a startup sul mato grossense passou a contar com um portifólio que supera a marca de 80 empresas em todo Brasil e já anunciou mais de 200 vagas de emprego. Gigantes como Grupo Locaweb e Stefanini IT Solutions estão entre as corporações que utilizam a plataforma.

Com 15 anos, Nick D’Aloisio já vendeu um negócio por US$ 30 milhões
Creative Commons
Com 15 anos, Nick D’Aloisio já vendeu um negócio por US$ 30 milhões

6 - Nick D’Aloisio, 19 anos – Fundador da Summly 
No final de 2011, com apenas 15 anos, o inglês lançou um agregador de notícias no celular que se tornou rapidamente o principal aplicativo do gênero na App Store. O sucesso foi tamanho que o programador adolescente recebeu aportes de capital de investidores como o bilionário Li Ka-shing e Ashton Kutcher. Passados pouco mais de dois anos - e mais de 90 milhões de notícias organizadas -, o Summly acabou sendo vendido para o Yahoo! por  US$ 30 milhões.

Recentemente Nick desenvolveu um novo aplicativo para o Yahoo!, o The News Digest.

7 - James Beshara, 28 anos – cofundador e CEO da Tilt
Uma plataforma micro-crowdfunding que permite receber doações de amigos.  Essa é a ideia central da Tilt, criada em 2012 e que ao longo dos últimos três anos apoiou mais de 300.000 iniciativas em busca de auxílio financeiro, entre as quais a missão de enviar o time jamaicano de bobsled para as Olímpiadas de Sochi, construir uma escola na Índia e realizar um show do Foo Fighters em uma pequena cidade, além de inúmeros projetos pessoais dos mais variados tipos. Ao todo o Tilt  já gerou a arrecadação de 37 milhões de dólares.

8 - Eden Full, 23 anos – Fundadora da SunSaluter 
Aos 19 anos a jovem canadense decidiu abandonar graduação em engenharia mecânica na Universidade de Princeton para transformar um projeto de ciências, feito quando ela ainda cursava o ensino médio, em uma empresa. Assim nasceu a SunSaluter, uma organização sem fins lucrativos que fornece água potável e energia elétrica - geradas a partir de painel solar resistente e de baixo custo que acompanha a trajetória do Sol - para comunidades carentes em mais de 15 países. Para tirar a ideia do papel, Full buscou apoio no programa Thiel Fellows, criado pelo empresário Peter Thiel, que oferece uma bolsa de 100 mil dólares para apoiar estudantes que desejam interromper por dois anos seus estudos para se dedicar ao empreendedorismo.

9 - Mike Krieger, 29 anos  – Co-fundador do Instagram
O engenheiro de software  brasileiro criou em 2010, ao lado do sócio Kevin Systrom, a famosa rede social de compartilhamento de fotos. Dois anos depois, o Instagram foi vendido para o Facebook por US$ 1 bilhão, mas os dois continuam à frente da gestão estratégica da empresa. A plataforma já ultrapassou a marca de 300 milhões de usuários ativos mensalmente e que totaliza mais de 70 milhões de fotos publicadas todos os dias.

Após aprender a fazer geleia caseira com a avó, Fraser Doherty transformou a receita num negócio que vende milhões de unidades
Reprodução/Instagram
Após aprender a fazer geleia caseira com a avó, Fraser Doherty transformou a receita num negócio que vende milhões de unidades


10 - Fraser Doherty, 24 anos – Superjam
Após aprender a fazer geleia caseira com a avó, o então adolescente de 14 anos percebeu uma oportunidade de ganhar dinheiro. O garoto de Edimburgo, na Escócia, passou então a produzir e comercializar o produto, a princípio vendendo de porta em porta para os vizinhos e deppis passando a fornecer para pequenos comércios, como delicatessens e mercados locais. O sucesso do jovem empreendedor se deu principalmente pela percepção de que características saudáveis, como a não de adição de açucar ou conservantes, seriam diferenciais competitivos frente às grandes marcas comerciais da época. 

Logo Doherty passou a produzir semanalmente mil frascos de geleia diretamente da cozinha da casa de seus pais, adaptando a receita original para criar uma fórmula baseada exclusivamente nas frutas e seus sucos. Hoje, as geleias da marca SuperJam podem ser encontradas nas grandes redes de supermercados em todo o Reino Unido, além de Polônia, Coreia, Austrália e Dinamarca, e  já contabilizam milhões de unidades comercializadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.