Tamanho do texto

Aplicativo SideChef funciona como uma espécie de sous chef para quem pretende cozinhar em casa sem erros; ferramenta já soma mais de 200 mil downloads

Na tentativa de escapar das filas dos restaurantes em pleno Dia dos Namorados e preparar um jantar romântico para a amada, o norte-americano Kevin Yu acabou descobrindo uma lacuna de mercado a ser preechida e tratou de agarrar a oportunidade. A ideia de cozinhar um menu especial, mais elaborado, deu totalmente errado, mas o plano de negócios que surgiu dessa experiência malsucedida fez com que o empreendedor criasse o  aplicativo SideChef, que já ultrapassou a marca de 200 mil downloads na App Store em 10 meses de lançamento.

Votando àquele fatidico Dia dos Namorados, há sete anos, Yu buscava referências na web para conseguir criar um menu romântico e, claro, saboroso. Apesar de não ser especialista na arte culinária, ele buscou referências em diversas páginas especializadas, mas o resultado de todo o esforço foi desastroso.

Falta de noção sobre a sequência de etapas para colocação dos ingredientes, tempo necessário para cozimento e outras dificuldades comuns aos cozinheiros amadores foram algumas das barreiras enfrentadas por Yu. Obviamente, os pratos dos sonhos para o jantar com a namorada foram um verdadeiro fracasso.E então ele decidiu criar uma solução que evitasse que futuras tentativas de exercer o papel de chef por um dia repetissem o mesmo resultado ruim.

Aplicativo SideChef funciona como um assistente para quem pretende cozinhar em casa
Divulgação
Aplicativo SideChef funciona como um assistente para quem pretende cozinhar em casa


Experiente no segmento de video games, Yu percebeu que não existia nenhuma solução que compilasse todo o conteúdo acessado por ele e trouxesse soluções rápidas para as dúvidas que surgiam na cozinha – e cujas respostas não poderiam tardar, pelo bem da prática culinária. Criar uma aplicação que reunisse opções de vídeos mostrando na práticas as técnicas indicadas para cozinhar os pratos, instruções com o passo a passo, lista de compras, conversores de medidas e, claro, sugestões e compartilhamento de receitas testados e aprovadas por outras pessoas seria a saída mais óbvia para o problema.

Com o apoio de quatro desenvolvedores, Yu tirou o plano do papel. Após captar 15 mil dólares com uma campanha lançada em uma plataforma de crowdfunding, finalmente ele pode lançar o SideChef. E não tardou para empresa conseguir um segundo aporte de capital, dessa vez de 1 milhão de dólares.

A popularidade do app comprova aquilo que o empreendedor percebeu na sua tentativa de agradar a namorada: o volume de interessados em colocar em prática seus dotes culinários, mas que precisam de informações precisas para não errar a mão, é imenso. E foi assim que rapidamente a ferramenta se tornou popular entre os usurários da plataforma iOS – um público composto igualmente por homens e mulheres e que atende perfis com diferentes níveis de experiência. 

Com um interface intuitiva, o app serve como apoio tanto para quem nunca sequer tentou ligar o fogão como para aqueles que adoram inventar uma nova receita a cada dia e gostam de compartilhar suas experiências. O próximo passo a ser dado por Yu é firmar parcerias e incluir a oferta de serviços agregados, como por exemplo a compra e entrega de alimentos e utensílios necessários para execução das receiras,  como forma de monetizar a aplicação.

    Leia tudo sobre: Empreendedorismo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.