Tamanho do texto

Empreendedor desde a infância, Clederson Cabral carregou isopor nas costas aos oitos anos para ajudar a família e estudar

Clederson Cabral, sócio-fundador do Mister Mix: inquietação é uma das características do empresário
Divulgação
Clederson Cabral, sócio-fundador do Mister Mix: inquietação é uma das características do empresário

Quando tinha apenas oito anos, Clederson Cabral vendia sorvete na rua. Debaixo do sol, carregava um isopor nas costas com 50 picolés e oferecia os produtos a motoristas no farol e moradores de Paulínia, interior paulista. Com o dinheiro, ajudava a família e juntava uns trocados para estudar. 

-Leia também: Vendedor de hot-dog fatura R$ 108 mil por ano e pode se candidatar a vereador

Hoje, aos 38 anos, é empresário, dono da franquia Mister Mix, de milkshakes. Em 2013, a rede faturou R$ 45 milhões com as 154 unidades distribuídas pelo Brasil.

Confira curiosidades sobre milkshakes pelo mundo:

"Além de vender sorvete, eu já trabalhei em lanchonete, padaria e vendi cachorro-quente na rua. Apesar de humilde, nunca deixei de estudar", recorda Cabral.

Com o dinheiro que juntou durante a infância e a adolescência, o empresário conseguiu cursar Administração de Empresas.

"Quando entrei na faculdade, minha vida mudou. Comecei a fazer estágio no Banco do Brasil e depois trabalhei na Ambev e na 51", orgulha-se.

-Leia também: Ex-office-boy fatura R$ 16,2 milhões por ano com máquinas para padarias

Apesar de estar empregado, Cabral não deixou de lado o perfil empreendedor. Para juntar mais dinheiro, vendia relógios da China no trabalho e conseguia, segundo ele, ganhar quase o mesmo salário que recebia como administrador.

Já trabalhei em lanchonete e vendi cachorro-quente na rua. Apesar de humilde, nunca deixei de estudar"

"Quando terminei um MBA de projetos, meu desejo de ter o próprio negócio veio com mais força. Lembrei da minha infância como sorveteiro e decidi abrir minha primeira unidade do Mister Mix em Porto Ferreira [interior de São Paulo]", conta ele, que conciliou o trabalho com a empresa durante alguns meses.

Quando abriu a terceira loja — todas no interior de São Paulo —, o empresário decidiu iniciar o projeto de franquia. Participou de cursos na Associação Brasileira de Franchising (ABF) e até fez MBA voltado ao franchising.

A primeira unidade franqueada foi lançada em 2008. Hoje, existem 153 unidades neste modelo. Apenas uma loja da rede é própria.

"Para tocar o projeto, vendi duas unidades e uma casa que tinha. Investi tudo no meu sonho de empreender", relata Cabral.

Considerado inquieto, o empresário — pai de duas meninas — acredita que é necessário persistência e determinação para ter sucesso no mundo dos negócios. "É preciso ter atitude. Nem todo mundo nasceu jogando bola", compara.

-Leia também: Ex-catador de papelão vira empresário do ramo calçadista no Rio Grande do Sul

A rede Mister Mix registrou crescimento de 70% de 2012 para 2013 e deve registrar o mesmo índice de expansão neste ano, calcula o empreendedor.

"Nosso foco está na customização de sabores. Da mesma forma que eu misturava diversos sorvetes quando era criança, hoje eu permito que o cliente faça o mesmo com o milkshake. No Nordeste, temos até o sabor tapioca", pontua.