Tamanho do texto

Empreendedores irão oferecer cerveja exclusiva em eventos e pretendem levantar R$ 40 mil para viabilizar o projeto

A Kombreja venderá um rótulo exclusivo e irá participar de eventos em São Paulo
Divulgação
A Kombreja venderá um rótulo exclusivo e irá participar de eventos em São Paulo

Os empreendedores Karla Aleto, sommelière de cervejas de 24 anos, e Diogenes Ostuni, designer de 27 anos, decidiu recorrer ao financiamento coletivo na internet para viabilizar seu projeto de kombi que venderá cerveja em São Paulo, o Kombreja.

O objetivo do casal é levantar R$ 40 mil para criar o comércio móvel, que irá participar de eventos na cidade e venderá cervejas artesanais, entre elas um rótulo exclusivo. Isso porque, mesmo com a regulamentação dos food trucks na cidade, eles não poderiam vender bebidas alcoólicas na rua. 

A sommelière de cervejas Karla Aleto, de 24 anos, e Diogenes Ostuni, de 27 anos: relação com o universo da bebida
Divulgação
A sommelière de cervejas Karla Aleto, de 24 anos, e Diogenes Ostuni, de 27 anos: relação com o universo da bebida

O valor inclui customização, além do custo do automóvel, que terá uma pegada ecológica. Além de gastar menos combustível, painéis solares serão acoplados ao veículo com o intuito de gerar energia para refrigeração dos produtos. 

Leia também: Food trucks invadem espaços privados à espera de lei da comida de rua

O projeto será apoiado pela plataforma de crowdfunding para o segmento, a Social Beers, e ficará três meses no ar.

Os interessados podem realizar doações ao projeto no valor de R$ 1 a R$ 2 mil a partir desta sexta-feira (11). Em contrapartida, irão receber benefícios. Quem doar R$ 2 mil, por exemplo, pode ganhar um espaço publicitário na kombi. Valores menores podem render cervejas, descontos por períodos determinados, brindes e até 50 litros de chope. 

É o primeiro projeto com estas características que o Social Beers apoia, conta o sócio do site, Carlos Lima. "No projeto anterior que apoiamos, a criação de uma cerveja artesanal, conseguimos vender 1240 litros em 23 dias para 400 apoiadores que ajudaram a criá-la, muitos deles conhecedores da  bebida", conta.  

    Leia tudo sobre: empreendedorismo