Tamanho do texto

Conjunto comercial na Zona Oeste de São Paulo abriga jovens empresas que receberam investimento da Rocket Internet

Marcelo Ferreira, da HelloFood, compartilha experiência com os colegas do condomínio
Felipe Lopez/iG
Marcelo Ferreira, da HelloFood, compartilha experiência com os colegas do condomínio

Um condomínio na Zona Oeste de São Paulo é permeado por parques, pistas de skate, restaurantes e cafés. Tudo isso próximo à Universidade de São Paulo.

Mas não, não estamos falando de uma república. E sim de um conjunto de prédios comerciais semelhantes ao que existe no Vale do Silício, nos Estados Unidos.

Leia também:  "O problema das startups não é falta de dinheiro”, diz presidente do BNDES

No Villa Lobos Office Park — conhecido por abrigar a Rocket Internet, uma das maiores aceleradoras de jovens empresas do País — há, pelo menos,  20 startups do ramo tecnológico, 14 delas ligadas à incubadora.

Para auxiliá-las nas ativididades empresariais, o local também abriga assessorias financeiras e escritórios de advocacia especializados em pequenas empresas.

Entre as startups instaladas no condomínio estão Kanui, Tricae e Hello Food. 

Pelos corredores do condomínio, jovens tatuados, com cabelos tingidos e roupas coloridas conversam com colegas de empresas vizinhas. Tudo em um tom bastante informal.

Na Kanui, de artigos esportivos, por exemplo, as paredes do escritório são grafitadas e não é raro encontrar profissionais com skates ou pranchas perto da mesa. A empresa, criada há dois anos, cresceu com aporte do grupo Rocket.

Segundo Bruno Nardon, um dos três sócios da startup, de apenas 27 anos, o faturamento da empresa — não revelado — está duplicando a cada ano. E o segredo está exatamente na equipe, que "trabalha mais motivada".

"Fazemos reunião e entrevista no jardim do condomínio. Alguns aproveitam a hora do almoço para andar de skate no parque. A relação é mais próxima para que o funcionário se sinta à vontade", explica.

Um escritório repleto de brinquedos

A Tricae, também do grupo Rocket, comercializa artigos para bebês e crianças pela internet. Não à toa, o escritório, compartilhado com a Kanui, é repleto de brinquedos e produtos infantis. 

Segundo Wilson Cimino, de 28 anos, um dos sócios da startup, a empresa deve dobrar de tamanho neste ano, calcada, principalmente, na lacuna de mercado do segmento.

"A ideia é que a gente cresça a ponto de ter de ocupar um andar inteiro e deixar de compartilhar o escritório", prevê Cimino, que afirma trocar informações constantemente com os colegas da Kanui.

Em outro edifício dentro do condomínio, a HelloFood, site de pedidos de comida pela internet, também compartilha experiência com os colegas de startups. A empresa, criada no ano passado, prevê dobrar de tamanho em 2014, com o aporte da Rocket.

"Uma das vantagens de estar nesse condomínio é compartilhar informações com outros empresários e, assim, evitar erros que podem ser previnidos", acrescenta Marcelo Ferreira, de 27 anos, um dos fundadores da empresa.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.