Tamanho do texto

Marcas como Rei do Mate, Vivenda do Camarão e Grilleto ampliarão os negócios no Estado devido à saturação do mercado em São Paulo

A ABF Franchising Expo, que acontece em São Paulo a partir de quarta-feira (12), é o maior evento nacional para quem pretende investir em uma franquia —esta modalidade de negócio faturou R$ 103,3 bilhões no ano passado no Brasil, um crescimento de 16,2% em relação a 2011. Na edição deste ano, uma das tendências entre as grandes marcas é o desenvolvimento de seus planos de expansão em direção à Minas Gerais.

Com a saturação do mercado de franquias no eixo Rio-São Paulo, Minas Gerais —o terceiro maior Estado do Brasil em número de pontos de vendas, com 8,1% das lojas, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF)—  tem entrado na lista de preferências de grandes redes, entre elas Griletto, Salgados do Brasil, Rei do Mate, Vivenda do Camarão, Cebrac e Vestcasa.

De acordo com Ricardo Camargo, diretor-executivo da ABF, há um “boom” de novas franquias na região mineira. “Cada vez mais vemos a redistribuição de renda no País, um fator importante para a desconcentração de indústria", diz.

A rede Rei do Mate deve lançar mais três lojas em Minas Gerais até 2014
Divulgação
A rede Rei do Mate deve lançar mais três lojas em Minas Gerais até 2014

Segundo o levantamento da ABF, Minas está atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, que lideram o ranking, com 37,1% e 11,1% dos pontos de venda, respectivamente.

Para Adriana Lima, diretora de expansão e operações do Rei do Mate, tem ocorrido um crescimento natural do varejo em Minas Gerais. “Rio de Janeiro e São Paulo já estão consolidados e automaticamente o País começou a crescer em outros Estados, especialmente nos do Norte e Nordeste”, afirma.

Atualmente, o Rei do Mate conta com 302 lojas ao todo, em 18 estados. Sete delas estão localizadas em Minas Gerais —quatro em Belo Horizonte, duas em Juiz de Fora e uma em Uberlândia. “Acreditamos muito na expansão das cidades mais interioranas,” diz Adriana.

Até 2014, a expectativa da diretora do Rei do Mate é abrir 35 lojas no País, com pelo menos três novas unidades em Minas. Segundo a executiva, o faturamento atual de uma franquia Rei do Mate é de R$ 50 mil a R$ 75 mil, com rentabilidade de 15% a 20%.

Ponto comercial

A rede Salgados do Brasil pretende abrir as três primeiras lojas da marca em Minas neste ano. Segundo Edson Braga, sócio da franquia, o Estado mineiro tornou-se atrativo, diante da dificuldade de encontrar um ponto comercial barato para os franqueados em São Paulo.

"O mercado local [de Minas] é importante para qualquer rede que esteja em processo de crescimento", avalia o executivo. O investimento inicial da Salgados do Brasil é de R$ 163 mil para quiosques e de R$ 241 mil para lojas tradicionais.

A rede de alimentação Griletto também tem planos ambiciosos para o Estado mineiro, onde já possui cinco unidades. A companhia pretende abrir mais 20 lojas, cinco delas ainda este ano.  

A rede de alimentação Griletto pretende ter mais 20 lojas em Minas Gerais, cinco delas ainda este ano
Divulgação
A rede de alimentação Griletto pretende ter mais 20 lojas em Minas Gerais, cinco delas ainda este ano

"Minas Gerais tem uma economia muito importante e a população possui hábitos alimentares parecidos com os dos paulistanos. Isso é um atrativo, pois facilita nossa aceitação na região", afirma Ricardo José, sócio-fundador do Griletto. O investimento inicial da rede é de R$ 290 mil.

A rede de educação profissionalizante Cebrac já tem 19 unidades em Minas Gerais. Para este ano, a rede planeja mais cinco contratos.

"O Estado é o que mais tem municípios do País, o que facilita a nossa expansão e torna a região uma parte fundamental da nossa estratégia de crescimento", afirma Fábio Meneses, gestor de expansão do Cebrac. O investimento inicial é a partir de R$ 105 mil.

A franquia VestCasa, do segmento de cama, mesa e banho, planeja chegar a 60 lojas em Minas Gerais até 2015. Só neste ano, a previsão é que cinco unidades sejam lançadas. "O Estado é um mercado importante para nós, pois não abriga tantos concorrentes como em São Paulo", considera Ahmad Yassin, sócio-fundador da rede. Para ter uma franquia da marca, é necessário desembolsar inicialmente R$ 150 mil.

Norte e Nordeste

Além da expansão de Minas Gerais, Norte e Nordeste também estão ganhando espaço entre as franquias que participarão da ABF Franchising Expo.

De acordo com a ABF, a Bahia ocupa a 6ª posição no ranking de distribuição de franquias no Brasil, com 3,9% dos pontos de vendas. Na 8ª colocação, está Pernambuco, com 2,9%. O Pará assume a 12ª posição na lista, com 1,7% das unidades instaladas.

Para Diego Perri, sócio-diretor da rede de restaurantes Vivenda do Camarão, o crescimento do potencial de consumo das classes C e D e a grande quantidade de shoppings no Sudeste são fatores que têm favorecido a descentralização de franquias.

“A abertura de shoppings muito próximos uns dos outros divide o público existente, o que muitas vezes não acontece nas cidades mais distantes e Estados menores”, explica Perri. O investimento inicial da marca é a partir de R$ 380 mil.

O evento

A 22ª edição da ABF Franchising Expo acontece entre os dias 12 e 15 de junho, no Expo Center Norte (Pavilhões Azul e Branco), em São Paulo. O ingresso custa R$ 60. O evento, considerado uma das maiores feiras de franquias do mundo, contará este ano com 470 expositores e coexpositores, com expectativa de receber 62 mil visitantes e geração R$ 450 mil em negócios. Para mais informações, acesse o site www.abfexpo.com.br

Confira abaixo levantamento do iG com 50 franquias, dividas pelo investimento inicial:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.