Tamanho do texto

Na divisão por sexo, os homens são mais felizes que as mulheres, 54% contra 48%

Sentir-se bem, motivado, realizado e com boas perspectivas de crescimento profissional em pelo menos 70% do tempo é uma realidade para 51% dos 5.685 profissionais ouvidos por uma pesquisa que tentou detectar quem é feliz no trabalho.

Conduzido por Elaine Saad, coordenadora da Right Management na América Latina, o estudo mostra que 49% das pessoas não estão contentes profissionalmente. Na divisão por sexo, os homens são mais felizes que as mulheres, 54% contra 48%.

Por faixa etária, os mais jovens são os mais descontentes. Até os 35 anos de idade, a maioria diz não estar feliz no trabalho.

A partir dessa idade ocorre o contrário, com a maioria afirmando estar realizada profissionalmente. Os mais velhos, profissionais com mais de 65 anos, são os mais felizes entre todos os pesquisados (88%).

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.