Tamanho do texto

Dólar em alta, inflação e novas regas da poupança. Se você vai viajar para o exterior ou tem planos futuros para seu dinheiro, veja dicas de especialistas para manter seu poder aquisitivo

Medo de ficar sem dinheiro no futuro só perde para medo de falar em público e de morrer
Getty Images
Medo de ficar sem dinheiro no futuro só perde para medo de falar em público e de morrer

A passagem para ir aos Estados Unidos já está comprada, mas Gabriela de Faria, de 28 anos, ainda não garantiu os dólares. Depois de a cotação da moeda norte-americana ter subido para R$ 2, ela não sabe se vale a pena comprar a moeda estrangeira agora ou colocar o dinheiro em alguma aplicação até a véspera da viagem.

Além do dólar em alta, outro asunto também tem deixado Gabriela insegura. Ela ouve dizer que os juros estão em baixa e que a inflação pode sair do controle, o que a deixa preocupada com os preços. Como tem uma pequena reserva financeira e tem planos para o futuro, não quer perdeu seu poder aquisitivo caso a inflação acelere.

Como as regras da poupança mudaram, ela não sabe se deve colocar o dinheiro na caderneta ou em outra aplicação. 

As situações vividas por ela foram criadas por mudanças recentes no mercado financeiro, causadas tanto por medidas do governo, como por conta de eventos econômicos. Para saber como agir em cada uma delas, o iG consultou seis especialistas. Veja as principais sugestões para cada situação:

1)  Vai para o exterior, mas o dólar está caro?

2)  Tem planos para o futuro, e está preocupado com a inflação?

3)  Com a queda dos juros, a poupança ainda vale a pena?


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.