Tamanho do texto

Uma maneira de elevar o imposto a restituir é comprovar despesas com saúde e educação; veja lista de deduções e corra com a declaração

Após o desconto compulsório do Imposto de Renda , que impacta os holerites e rendimentos dos trabalhadores assalariados, o contribuinte precisa ficar atento para as deduções que pode indicar para recuperar parte do imposto, conforme prevê a lei.

Para quem ainda não fez a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2015, o iG elaborou uma lista com as deduções que podem elevar o "desconto" e diminuir a intensidade da mordida do leão.

Confira abaixo quais são essas deduções e corra atrás dos recibos. Mas atenção: sem a comprovação das despesas indicadas pelos recibos, lembra o vice-presidente de Administração e Finanças do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRCSP), Gildo Freire de Araújo, "o contribuinte pode cair na malha fina", pois a Receita está apertando o cerco  aos gastos sem comprovação:

17 despesas que podem ser abatidas do Imposto de Renda:



1. Reforma de imóvel:  Ao fazer melhorias no imóvel antes de vendê-lo, o contribuinte consegue atualizar o valor na declaração e, assim, o ganho de capital (lucro) demonstrado será menor, o que permite pagar menos Imposto de Renda sobre ele. Segundo Araújo, do CRCSP, "é preciso que o investimento seja comprovado, caso o Fisco solicite comprovação".

2. Previdência privada:  Quem possui um plano de previdência complementar no modelo PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) pode obter o desconto de até 12% sobre todos os aportes feitos no ano calendário (anterior ao ano da declaração).

3. Corretagem de aluguel:  O locador de um imóvel alugado que tenha tido despesas com corretor ou taxas administrativas pode obter a dedução no Imposto de Renda. É preciso comprovar esses gastos para ter direito ao desconto.

Araújo explica que o administrador do imóvel deverá apresentar a DIMOB (Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias) à Receita Federal. Na declaração, ele informará o rendimento bruto do aluguel e o valor da taxa de administração. O contribuinte declara o rendimento pelo valor líquido.

4. Escola dos filhos:  O pagamento de matrícula e mensalidades no ensino oficial permite abater o imposto no limite anual de R$ R$ 3.375,83. O benefício é válido para curso infantil, fundamental, e ensino médio. Cursinhos pré-vestibular não entram.

5. Ensino superior:  O mesmo vale para cursos de graduação e pós-graduação, incluindo especializações (como MBA), mestrado e doutorado. O teto de desconto é de R$ 3.375,83. 

6. Gasto médico:  Sem limite de abatimento, as despesas com saúde incluem consultas a médicos de todas as especialidades, além de exames periódicos, cirurgias e internações hospitalares. 

7. Plano de saúde:  Também não há limite para abater os gastos com o seguro de saúde, podendo-se incluir o pagamento feito para os dependentes.

8. Dentista:  a visita ao dentista também gera desconto no IR, desde tratamentos de canal, extração de dentes até cirurgias periodontais. 

9. Implante dentário:  Assim como outras próteses, esse item também permite fazer a dedução do Imposto de Renda nos gastos com saúde. Como uma ressalva: desde que conste no tratamento médico dentário.

10. Psicólogo ou psiquiatra:  o tratamento da saúde mental e emocional também é considerado um tipo de despesa com saúde, portanto também não há limite para a dedução no Imposto de Renda. 

11. Cirurgia plástica com fins de saúde:  contanto que não tenha objetivos estéticos, o procedimento também beneficia o contribuinte. É o caso de intervenções de reconstrução da mama e correções que melhoram a saúde do paciente. 

12. Gasto médico em outro país:  qualquer despesa com saúde feita no exterior também permite o abatimento do imposto, desde que o contribuinte possua os documentos para comprovar os gastos. 

13. Cadeira de rodas:  a compra desse item, assim como próteses para portadores de deficiência física, está prevista para o abatimento do Imposto de Renda.

14. Pensão alimentícia:  o pagamento de um valor fixado por decisão judicial ou acordo homologado judicialmente permite abater seu valor integral na declaração de quem faz o pagamento.

15. INSS do empregado doméstico:  a contribuição patronal à Previdência para o doméstico pode ser descontada do imposto devido, no limite de até R$ 1.152,88 (incluído o 13º salário e férias). Esse valor corresponde à contribuição de 12% paga pelo empregador ao INSS.

16. Próteses:  usados para repor membros de pessoas com deficiência física, esses itens permitem o abatimento do IR na declaração se sua aquisição foi feita no ano anterior. Desde que faça parte do tratamento

17. Fisioterapia:  é possível descontar do Imposto de Renda os gastos com esse tipo de reabilitação terapêutica.

Confira a cobertura completa do IR no iG

Veja os limites de deduções com saúde no Imposto de Renda

Entenda: tipos de declarações e despesas dedutíveis

Veja quais bens devem ser declarados no Imposto de Renda

Autônomo pode deduzir gastos com aluguel, energia, água e telefone do IR

Faculdade paga pela avó pode ser deduzida do Imposto de Renda? Assista

Contribuinte que deixa de pagar Imposto de Renda pode ter nome incluído no SPC

Como deduzir gastos com empregada doméstica no Imposto de Renda

Quando é melhor fazer a declaração em conjunto e individual

Gastos com instrução em intercâmbio podem ser deduzidos do Imposto de Renda?

Posso deduzir aula de inglês no IR? Veja respostas a essa e outras dúvidas

Como declarar rendimento com aluguel?

Deixar de declarar investimentos em bolsa gera multa

Como declarar bens no exterior 

Veja como filho deve declarar herança no Imposto de Renda

Quando um aposentado é isento de fazer a declaração

Quem é obrigado a fornecer informe de rendimentos

Sócio de PJ é obrigado a declarar IR

Como declarar CLT e recibo de pré-labore

Quando um menor de idade precisa fazer a declaração

É preciso declarar a previdência privada?

Declare imóvel comprado na planta

Pode deduzir plano médico de companheiro?

Como declarar MEI e estágio

Como declarar dois tipos de aposentadorias

Declare pensão e aposentadoria

Como declarar FGTS recebido

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.