Tamanho do texto

Novo prazo vale a partir de amanhã; antes, período para efetuar a transação poderia chegar a 20 dias úteis

O prazo para compensação de cheques será menor a partir desta terça-feira (19), informa a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Para valores inferiores a R$ 299,99, o cheque será compensado em até dois dias úteis. Já para cheques acima de R$ 300, o prazo será de um dia. Atualmente, a compensação pode demorar até 20 dias úteis, dependendo da região do País.

A mudança é possível devido ao sistema de compensação por imagem, que entrou em vigor em maio por determinação do Banco Central. Com o processo digital, os cheques não precisam mais ser transportados de um banco para outro.

O novo sistema de compensação levou dois anos para ser implantado. Além de reduzir prazos, custos e impactos ambientais, a transação digital também é mais segura. Segundo a Febraban, a eliminação do trajeto físico do cheque reduz a possibilidade de clonagem, extravio, perdas e roubo dos cheques.

“Esperamos uma forte redução na clonagem e falsificação nos cheques que proporcionaram, em 2010, um prejuízo estimado em R$ 1,2 bilhão para o comércio e de R$ 283 milhões para os bancos”, diz em nota o diretor adjunto da Febraban, Walter Tadeu de Faria.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.