Tamanho do texto

Mutuários só poderão financiar até 50% do valor do empreendimento; nova regra vale a partir de 4 de maio

Quem pretende financiar um imóvel usado vai ter de correr atrás de mais recursos próprios a partir de 4 de maio. Os imóveis financiados com dinheiro da poupança (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) só poderão contar com 50% dos recursos nas operações do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Até agora, o limite era de 80%. Ou seja, o mutuário só precisava ter 20% do valor total do imóvel. 

Segundo a Caixa, a meta do banco é ter mais recursos para imóveis novos, especialmente os que fazem parte do Minha Casa, Minha Vida
ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA
Segundo a Caixa, a meta do banco é ter mais recursos para imóveis novos, especialmente os que fazem parte do Minha Casa, Minha Vida

Segundo nota divulgada pela Caixa, a decisão foi tomada porque o banco pretende ter foco neste ano nos empréstimos para imóveis novos, especialmente para habitação popular – especialmente do Minha Casa, Minha Vida (MCMV) e recursos do FGTS.

Leia também: 

Manifestantes do MTST fazem protestos pelo Brasil

Kassab diz na Câmara que ajuste fiscal não afetará Minha Casa, Minha Vida e PAC

Descapitalizado e com a necessidade de enxugar despesas, o governo tem sofrido para tirar do papel a terceira fase do MCMV. A demora tem incomodado movimentos sociais ligados aos sem-teto. Além disso, empreiteiros reclamam de atrasos nos repasses relacionados a obras do programa habitacional federal. Há quem avalie que a decisão também está relacionada ao fato de a captação da poupança estar em trajetória de queda.

Segundo nota da Caixa, também haverá redução de 70% para 40% para imóveis no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), pelo Sistema de Amortização Constante (SAC). 

Veja também: 10 formas de valorizar seu imóvel antes de vendê-lo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.