Tamanho do texto

73% dos imóveis vendidos no mês tinham até 6 meses de oferta

A comercialização de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo, em julho, totalizou 736 unidades, volume 31,3% menor em relação a junho, quando foram vendidos 1.072 imóveis, de acordo com pesquisa do Secovi-SP.

Vendas totalizaram 736 unidades
Thinkstock/Getty Images
Vendas totalizaram 736 unidades

O estudo é feito mensalmente pelo departamento de Economia e Estatística, que apurou, em valores comercializados, o montante de R$ 378 milhões, ante os R$ 551,2 milhões percebidos no mês anterior.

Leia mais:  Pensa em comprar um imóvel? 7 dicas para negociar um bom desconto

O indicador VSO (Vendas sobre Oferta), que representa a divisão do total de unidades vendidas em 12 meses pelo volume ofertado no período (saldo anterior somado ao total lançado em 12 meses) foi de 50,4%.

Das 736 unidades comercializadas, 537 se encontravam na fase de lançamento, ou seja, dentro do período de 180 dias desde o momento em que o produto é lançado. Isso significa que 73% dos imóveis vendidos no mês tinham até seis meses de oferta.

Com relação ao tipo do imóvel, o segmento de 2 dormitórios liderou as vendas com 392 unidades (53,3%) do total. As unidades de 1 dormitório e de 3 dormitórios praticamente empataram em vendas, com 22,1% e 22,0% de participação, respectivamente, 163 e 162 unidades negociadas.

De acordo com a pesquisa, no sétimo mês do ano, a oferta final de imóveis não vendidos ficou em 21.232 unidades.

A Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio) registrou em julho o lançamento de 973 unidades, com variação de 59,7% menor comparado a junho, quando 2.413 unidades foram lançadas. Expresso em valores, o volume lançado atingiu R$ 395 milhões.

Assim como na comercialização, o segmento com maior destaque entre as unidades lançadas foi o de 2 dormitórios, com 698 imóveis disponibilizados ao mercado, equivalente à participação de 71,7%.

Veja imagens do imóvel mais caro à venda nos Estados Unidos:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.