Tamanho do texto

No acumulado de 12 meses, aluguel registrou alta de 8,4%, segundo o Secovi-SP

Percentual no ano foi maior do que o da elevação do IGP-M entre julho de 2012 e junho de 2013 (6,31%)
Getty Images
Percentual no ano foi maior do que o da elevação do IGP-M entre julho de 2012 e junho de 2013 (6,31%)

O valor dos contratos de aluguel residencial assinados em junho na capital paulista aumentou 1,2%, na comparação com maio, de acordo com pesquisa mensal do Sindicato de Habitação de São Paulo (Secovi-SP).

No acumulado dos últimos 12 meses, o aluguel teve um aumento de 8,4%.

-Veja também: limite de imóvel financiado deve subir ainda em 2013, de acordo com a Abecip

Segundo a pesquisa, o percentual foi maior do que o da elevação do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) entre julho de 2012 e junho de 2013 (6,31%).

Os imóveis com um dormitório registraram os maiores aumentos (1,6%). Os de dois quartos tiveram elevação de 1%, e os de três, de 0,8%.

As casas foram o tipo de moradia vazia ocupada mais rapidamente, com média de 13 a 32 dias para serem alugadas. Já para os apartamentos, o período foi de 18 a 38 dias.

O tipo de garantia mais usado em junho foi o fiador, seguido do depósito de até três meses de aluguel das moradias alugadas e do seguro-fiança.