Tamanho do texto

Segundo o levantamento, 90% dos brasileiros se dizem preocupados com sua situação financeira após a aposentadoria; média global é de 82%

Valor Online

A aposentadoria é preocupação constante da maioria dos profissionais de todo o mundo - e o Brasil está entre os países em que mais pessoas têm dúvidas sobre como irão se sustentar quando a vida profissional chegar ao fim. É o que mostra uma pesquisa da Accenture com mais de 8 mil trabalhadores de 15 países, com idades entre 25 e 60 anos.

Segundo o levantamento, 90% dos brasileiros se dizem preocupados com sua situação financeira após a aposentadoria. É mais do que a média global, de 82%, e o quinto país em que o índice é mais alto. Apenas 13% dos brasileiros estão confiantes de que a atual situação financeira, incluindo suas economias e investimentos, será suficiente para o sustento após o fim da vida profissional. A média global é de 16%.

LeiaGoverno adia votação de novas regras da aposentadoria

Os países mais otimistas nesse sentido são a Índia, que desponta no ranking da pesquisa com 39% das pessoas confiantes com o futuro, e a China, onde 28% pensam o mesmo. A pesquisa apontou ainda que a maioria dos profissionais considera necessário economizar agora para se manter no futuro, com 66% dos brasileiros admitindo ser "muito importante" investir na aposentadoria.

Mas também descobriu que a falta de informação sobre as opções disponíveis é grande - no Brasil, 60% dizem que não entendem completamente as possibilidades para o futuro, e 64% não sabem quanto precisam economizar hoje para garantir o mesmo nível de vida quando se aposentarem do emprego. Menos de um quarto dos brasileiros (20%) já fizeram algum tipo de investimento em aposentadoria privada.

MaisPrevidência estuda carência e limites para pensões deixadas a parentes