Tamanho do texto

Percentual é o maior desde o início do levantamento, em 2009. O parcelamento mais comum é o de carnês (54%), seguido por cartões de crédito (37%)

Agência Brasil

46% dos brasileiros pagavam algum tipo de parcelamento no segundo trimestre, diz Fercomércio
Getty Images
46% dos brasileiros pagavam algum tipo de parcelamento no segundo trimestre, diz Fercomércio

Pesquisa nacional da Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomercio-RJ) mostra que 46% dos brasileiros pagavam algum tipo de parcelamento no segundo trimestre deste ano. De acordo com o levantamento, feito em parceria com a Ipsos (consultoria internacional de mercados), esse é o maior percentual desde o início do levantamento, em 2009.

Veja também: Os sete pecados do cartão de crédito

Entre os tipos de parcelamento, o mais comum (54%) é o de carnês, seguido por cartões de crédito (37%), empréstimos bancários (8%), empréstimos em financeiras (6%) e empréstimos habitacionais (4%).

Entre os motivos para o parcelamento, os mais citados são a compra de eletrodomésticos (26%), de artigos de vestuário (22%), de eletrônicos (17%) e de veículo (16%). A inadimplência atingiu 17% dos entrevistados.

Veja também: Sem pechincha, crédito via internet é mais rentável para bancos, avalia Bradesco

Segundo a Fecomércio-RJ, os motivos para o grande percentual de brasileiros endividados estão um mercado de trabalho com carteira assinada aquecido e incentivos do governo com vistas a incentivar a economia por meio do consumo. A pesquisa ouviu mil pessoas em 70 cidades brasileiras.