Tamanho do texto

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) está elaborando um conjunto de propostas que será encaminhado ao próximo presidente da República, segundo o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da entidade, Paulo Francini

selo

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) está elaborando um conjunto de propostas que será encaminhado ao próximo presidente da República, segundo o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da entidade, Paulo Francini. As propostas são relativas a vários temas, entre eles as políticas cambial, monetária e fiscal, e serão discutidas em um congresso promovido pela entidade no próximo dia 8, em São Paulo. Francini não quis antecipar as propostas. "Elas serão explicitadas no momento devido".

De acordo com Francini, também constará entre as propostas a aceleração do processo de avaliação de queixas de empresas nacionais contra a prática de dumping por concorrentes estrangeiros. "Esse período de análise é muito moroso", afirmou, acrescentando que isso desestimula reclamações junto ao governo.

Segundo ele, se o próximo presidente adotar ações que tornem a administração das contas públicas mais eficiente, será permitida a queda dos juros e a diminuição da valorização do câmbio, permitindo que a participação relativa da indústria de transformação no PIB possa subir "dos atuais 15% para 18% em 2014", quando se encerra o mandato presidencial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.