Tamanho do texto

A Fiat Automóveis e o Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, Igarapé e São Joaquim de Bicas fecharam hoje um acordo, pelo qual a fabricante de automóveis e a Fiat Power Train (FPT) irão contratar 350 funcionários até o fim de janeiro. Após a conclusão das admissões, as estimativas do sindicato são de que o número de funcionários empregados pela fabricante voltará aos níveis pré-crise.

"O acordo recompõe parte dos empregos perdidos no período de outubro do ano passado a março de 2009", diz o presidente do sindicato, Marcelino da Rocha.

A montadora encerrará o ano de 2009 com cerca de 15 mil funcionários, depois de ter demitido 1,594 mil trabalhadores entre outubro do ano passado e março deste ano, em função da retração da demanda provocada pela crise econômica mundial. As admissões foram retomadas em março, depois que o governo federal adotou medidas anticíclicas, que incluíram a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre os automóveis.

Na reunião realizada hoje entre a Fiat e o sindicato ficou acertada também a redução de horas extras para o segundo turno de trabalho. A jornada de trabalho aos sábados também foi alterada. Estes funcionários, segundo o presidente do sindicato, estavam fazendo horas extras todos os sábados. A partir do acordo, irão trabalhar um sábado a cada 15 dias.

O período de férias coletivas, segundo o gerente de Relações Industriais da companhia, Adauto Duarte, irá vigorar de 21 de dezembro a 11 de janeiro, para 5,847 mil funcionários dos setores administrativo e de produção. Deste total, 1,823 mil retornarão ao trabalho no dia 4 de janeiro de 2010 e o restante, no dia 11 de janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas