Tamanho do texto

Rio, 6 - De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os preços dos produtos agrícolas no atacado acumulam aumentos de 5,06% no ano, e de 1,09% em 12 meses. Já os preços dos produtos industriais registraram taxas positivas de 3,12% no ano e de 1,75% em 12 meses.

Rio, 6 - De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os preços dos produtos agrícolas no atacado acumulam aumentos de 5,06% no ano, e de 1,09% em 12 meses. Já os preços dos produtos industriais registraram taxas positivas de 3,12% no ano e de 1,75% em 12 meses. O IPA-DI acumula altas de 3,59% no ano, e de 1,58% em 12 meses até abril, segundo a FGV. Hoje, a instituição anunciou o IGP-DI do mês passado - sendo que o IPA-DI representa 60% do total do IGP-DI. Dentro do ¿?ndice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), que permite visualizar a transmissão de preços ao longo da cadeia produtiva, os preços dos bens finais apresentaram aumentos de 4,27% no ano e de 4,04% em 12 meses. Por sua vez, os preços dos bens intermediários tiveram elevações de 3,99% no ano e de 2,21% em 12 meses. Já os preços das matérias-primas brutas acumulam alta de 1,90% no ano, e registram queda de 2,87% em 12 meses. Ao comentar o cenário da inflação no mês de abril, a FGV também revelou a análise de preços por produtos. As mais expressivas altas de preço foram registradas em leite in natura (9,90%); feijão em grão (23,86%); e bovinos (4,00%). Já as mais significativas quedas de preço, no atacado em março, foram registradas nos preços de laranja (-18,26%); mandioca (-10,64%); e açúcar cristal (-7,38%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.