Tamanho do texto

O Nível de Utilização de Capacidade Instalada (Nuci) da indústria com ajuste sazonal alcançou patamar de 84,3% em março, após registrar nível de 84,0% em fevereiro, segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Hoje, a instituição anunciou o Índice de Confiança da Indústria (ICI), indicador-síntese da Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação.

O Nível de Utilização de Capacidade Instalada (Nuci) da indústria com ajuste sazonal alcançou patamar de 84,3% em março, após registrar nível de 84,0% em fevereiro, segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Hoje, a instituição anunciou o Índice de Confiança da Indústria (ICI), indicador-síntese da Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação. O Nuci de março deste ano foi o maior desde outubro de 2008, quando atingiu nível de 85,1%, e segundo a FGV ficou acima da média registrada desde 2003 (83,0%), mas ainda inferior a media do biênio 2007-2008 (85,1%). Entre as categorias de uso, os Nucis de bens de consumo e de bens intermediários apresentaram avanços, enquanto o do setor de bens de capital mostrou estabilização, após sete meses em alta. Ainda segundo a fundação, na série de dados sem ajuste sazonal, o nível de uso de capacidade em março foi de 83,5%, patamar superior ao apurado em fevereiro, quando atingiu 83,1%.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.