Tamanho do texto

SÃO PAULO - O faturamento das empresas do Polo Industrial de Manaus atingiu o recorde de US$ 30,128 bilhões em 2008, montante 17,25% superior aos US$ 25,695 bilhões registrados em 2007. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e consideram os dados passados por 388 das cerca de 550 fábricas da região.

As exportações cresceram 12,56% sobre 2007, somando US$ 1,174 bilhão, com aumento de venda de celulares, concentrados para bebidas e motocicletas.

A média mensal de faturamento foi de US$ 2,647 bilhões, impulsionada pelos resultados dos três primeiros trimestres do ano. A receita percebida em novembro (US$ 2,108 bilhões) e dezembro (US$ 1,541 bilhão) ficou abaixo dessa média - em parte pelo menor volume de pedidos no fim de ano, uma vez que os bens a serem vendidos no Natal são encomendados antes, e em parte como efeito da crise econômica mundial.

Em termos de produção, os melhores desempenhos foram dos fabricantes de peças para ar condicionado, de telas de cristal líquido e de plasma, de câmeras digitais e de motocicletas.

No último bimestre de 2008, as empresas da zona franca reduziram o número de funcionários diretos de 114 mil para 100,3 mil, tanto pela retração do consumo quanto pela demissões de temporários.

Leia mais sobre indústria

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.