Tamanho do texto

Receita argentina faz batida na Molinos Rio de La Plata, a exportadora de grãos abusou dos acordos de dupla taxação com o Chile

selo

A Administração Federal de Rendas Públicas (Afip) da Argentina, equivalente à Receita Federal, realizou nesta terça-feira uma batida no escritório da processadora de alimentos e exportadora de grãos Molinos Rio de la Plata . Em comunicado, a Afip informou que a empresa deve ao governo argentino cerca de 300 milhões de pesos (US$ 69 milhões), incluindo 150 milhões de pesos em imposto de renda. "Para deixar de pagar impostos, a empresa abusou dos acordos de dupla taxação que a Argentina tem com o Chile", disse a Afip.

Segundo a administração, ao tirar proveito desses tratados, a Molinos Rio de la Plata trouxe para o país 450 milhões de pesos livres de impostos do Chile. Uma porta-voz da Molinos não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

Em dezembro, a empresa revelou um comunicado relacionado à investigação afirmando que estava em dia com as suas obrigações com a receita e que iria se defender nos tribunais. A Afip e empresas de grãos frequentemente se envolvem em disputas, principalmente quando se trata de impostos que incidem sobre a exportação de grãos, produtos que representam uma fonte significativa de receita para o governo federal. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.